terça-feira, 15 de agosto de 2017

se

Maja Topcagic

se te magoa o lamento do vento
canta na efervescência do dia
quando tudo se move e há ruído
para que ninguém oiça a tua voz desafinada.

antes que os sentimentos colapsam
escreve, mesmo que ninguém leia
mas são as tuas palavras semeadas
despejadas em açudes desbraváveis.

e sobre o mar lança o olhar
porque esse nunca te irá defraudar .

©Piedade Araújo Sol 2017-08-15

terça-feira, 8 de agosto de 2017

da ingratidao


que ficou…edificada nos  silêncios
carregados de ruínas
em gestos parados
imóveis em novelos de poeiras.

agora, existem  apenas vazios
preenchidos com nadas
sufocados na garganta
num grito inaudível.

©Piedade Araújo Sol 2017-08-08

terça-feira, 1 de agosto de 2017

das sombras


das sombras
que em mim habitam, deixo-as  espalhadas
muitas vezes em  parte incerta,
pelo chão que caminho,

sei que o sol abraça as pedras,
e as areias,
mesmo em temporais,
mesmo em tempo de  bonanças,

e os meus olhos são os mesmos,
só os tempos é que não, 
e a claridade do dia fere os meus olhos …

©Piedade Araújo Sol 2017-07-31